Redação Oficial para facilitar a comunicação

Created with Sketch.

Redação Oficial para facilitar a comunicação

Redação Oficial para facilitar a comunicação

O Manual de Redação da Presidência da República orienta sobre a comunicação adequada de atos oficiais.

A redação oficial é a maneira pela qual o Poder Público se comunica, podendo ser através de atos normativos e demais comunicações. A proposta é unificar a forma de escrita para facilitar o entendimento para todos os envolvidos e também para a comunidade, que acompanha o as atividades do Poder Público.

Sendo assim, a redação oficial deve ser impessoal, formal, objetiva, ter clareza e seguir um padrão, para que a mensagem seja facilmente compreendida por todos os cidadãos. Para facilitar nesta escrita oficial foi criado o Manual de Redação da Presidência da República, que dá diretriz, apresenta regras e contribui para que a língua portuguesa seja usada de forma correta na redação oficial.

A redação oficial tem sempre o mesmo comunicador, que é o Serviço Público, enquanto o receptor da mensagem pode ser também o Serviço Público ou os cidadãos. Quando o público que recebe a mensagem não consegue compreendê-la, significa que ela não atendeu o seu propósito.

Muitos perguntam: mas é preciso escrever de forma tão burocrática? A resposta é não, pois não há necessidade do abuso de expressões e clichês arcaicos na construção de frases. Porém deve-se usar uma linguagem padronizada, sem gírias ou margem para que cada cidadão entenda de uma forma.

A língua escrita, assim como a falada, pode ter vários níveis, de acordo com o nosso interesse ou necessidade. Numa carta a um amigo podemos usar uma linguagem com expressões mais pessoais ou coloquiais, enquanto num parecer jurídico é comum usar uma linguagem mais formal, com a presença de termos técnicos. Ambas as redações são entendidas, mas cada uma atende uma finalidade.

O Manual de Redação da Presidência da República apresenta várias definições e exemplos sobre redação oficial. O conteúdo disponível aborda desde sobre pronomes de tratamento, padrão de ofício, memorando, até redação de leis, decretos e portarias. É uma alternativa acessível que contribui para as atividades administrativas dos servidores públicos, que pode contribuir para a melhoria dos serviços prestados à sociedade.

 

Foto: Divulgação/Shutterstock

Os comentários estão fechados.